quarta-feira, 16 de abril de 2014

Prolegômenos prolixos


O escritor Aos Hebreus, coeso com as outras cartas neotestamentárias, diz assim acerca dos prolegômenos cristãos: Pelo que, transpondo os ensinamentos elementares da doutrina de Cristo, procuremos alcançar-lhe a plenitude.


Hebreus 6:1


A igreja patrística fez o contrário disso. Eles perderam muito tempo  tentando explicar aquilo que seria o óbvio. E quando achavam que estavam certos, mesmo sem coesão entre eles mesmos, propunham textos e discursos prolixos que nem eles entendiam. O pior de tudo é ver a simplicidade de Cristo ir para o lixo quando tentamos ler e entender o credo trinitariano. É a mesma coisa de ler o relatório preliminar da compra da refinaria de PASADENA, e uma década depois ver que fomos enganados e que nosso destino será a falência (caso Petrobras) e perdição eterna no caso da crença em um Deus Tri-partido.

Jesus diz que "a vida eterna consiste em que conheçam a Ti, PAI, como único Deus verdadeiro - Jo 17.3" e houve uma mudança tão radical nisso que ele diz que ninguém explica isso. A interpretação dos pais da igreja diz que Jesus é da mesma essência do Pai, nem um nem outro é o primeiro, isto é, eles são juntos, que vai contra a lei da impenetrabilidade que diz que dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço. Lembrem que Jesus hoje tem um corpo glorificado e este corpo será o nosso também na eternidade.Como mudar algo dito pelo mestre e aceitar algo que alguém interpretou como correto? Mas foi isso que aconteceu e todo mundo fica feliz em adorar um deus em trindade.

Ninguém consegue me explicar por que Jesus Cristo sendo Deus disse que somente o Pai é Deus verdadeiro? E para explicar uma pergunta simples como essa fazem aqueles enormes prolegômenos prolixos que até parece bonito e mostra o quão entendido e eloquente é o pastor ou professor de teologia trinitariana. Contudo, saindo do trilho que este pastor ou professor expõe, o trem deles descarrila e estes "tão eloquentes e entendidos" homens de Deus ficam confusos, rangem os dentes, querem brigar literalmente ou apenas se eximem dizendo que o problema é meu que não tenho fé. Ele me ensinou tudo e eu é que sou o cético.



Jesus sempre deu respostas curtas e grossas as pessoas que conheciam a palavra escrita, sem que elas ficassem lhe perguntando vários por quês para esclarecer melhor aquilo que ele falava. Um exemplo está neste texto que você conhece:

Levantou um certo doutor da lei e, para prová-lo, perguntou: Mestre, que devo fazer para possuir a vida eterna? Disse-lhe Jesus: Que está escrito na lei? Como é que lês? Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento (Dt 6.5) e ao teu próximo como a ti mesmo (Lv 19.18). Falou-lhe Jesus: Respondeste bem. Faze isso e viverás - Lucas 10.25-28

Jesus apenas perguntou o que está escrito e não o que você interpreta da lei. A igreja dos pais interpretou tudo e de forma filosófica helenística. Mas eu te digo apenas uma coisa: Ame a Deus, o Pai, com todo o teu entendimento. Deus, o Pai, é um. Deus o Pai, é criador. Deus, o Pai, é bom. Ele vai entender sua ignorância com relação a grandeza dele, mas ele nunca entenderá a sua ignorância com relação as doutrinas bíblicas, porque as doutrinas são racionais, ponderáveis e passivas as criticas, da mesma forma que Jesus fazia com os mestres: FAZ O QUE ESTÁ ESCRITO E VIVERÁS.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Todos que o ouviam ficavam maravilhados com seu entendimento e com suas respostas-Lc2.47

Uma das causas das pessoas que se dizem ateus discordarem dos cristãos, dos pastores e daqueles que discutem certos assuntos é com relação a falta de conhecimento desse "cristão" que acha que conhece a vida. O salvador nunca deixou alguém sem resposta com relação as coisas da vida. E o cristianismo, a RELIGIÃO que foi sendo formada após a morte dos apóstolos, tomou um caminho pagão e cheio de coisas estranhas  e distantes do verdadeiro conhecimento (ciência) e graça (fé).

Hoje no Brasil, um dos grandes formadores de opinião com conhecimento na área cientifica é o pastor Silas Malafaia. Em qualquer debate que ele participa seus entrevistadores, descrentes no Eterno Deus na maioria, ficam perplexos com o modo como ele explica o Eterno baseado na verdadeira ciência. Isso é bom, mas a maioria nas igrejas despreza um pouquinho de saber cosmológico por assim dizer.

Este vídeo mostra uma maneira simples de fazer alguém que se diz ateu pensar como ele é "ignorante" ao dizer que o religioso tem uma fé cega, quando quem possui a fé mais cega é o que acredita no evolucionismo de Darwin. Os alunos, os professores, as pessoas entendem o que ele diz e pensam: NOSSA, A CAVERNA DE PLATÃO!

Você que é cristão fanático de carteirinha e que vive falando contra o evolucionismo darwiniano, conheça um pouco do que Darwin e a ciência falam, para que você possa conduzir esse descrente em outra ótica, em outra perspectiva. Faça o descrente ver o quando ele é carente, que dentro dele tem algo que precisa do Criador. Faça isso, eu sei que Pai Eteno ficará feliz com você.

domingo, 13 de abril de 2014

A crença na Trindade irá te salvar?



Eu cresci aprendendo o credo trinitariano, contudo também cresci ouvindo a família do saudoso partor Fued, pai dos pastores Carlos e José Luis Moisés, do Voz da Verdade. Sempre respeitei a maneira deles crerem em Deus na maneira unicista (aquilo que a teologia me ensinou).



Contudo, quando li o credo de Atanásio (leia o credo no link) vi que ele começava dizendo que quem não cresce no credo trinitariano como fé universal não seria salvo e isto não está na bíblia, a bíblia não diz isso, nem Jesus nem os apóstolos disseram isso. O que a bíblia fala é que a salvação vem do Evangelho e o Evangelho é a revelação de Jesus Cristo que é o nome pelo qual todos devem ser salvos.




Hoje eu creio que Jesus Cristo é o filho de Deus, aliás, o filho amado do Pai. Como eu tenho dois filhos homens, e os amo, Deus podeira ser diferente de mim que não pode ter um filho dele mesmo? Se você disser que isso é impossível, o seu Deus não é o Deus do impossível? Eu creio que Jesus é o Filho de Deus literalmente e isso está na Bíblia.




A teologia trinitariana é muito confusa. Você que ensina e dá aula como eu, sabe que ensinar algo como a trindade é complicado e chega o momento que você tem que dizer que a pessoa deve ter fé para crer no que você está ensinando e isso não é verdade. Jesus nunca deixou alguém em dúvida com relação ao que ele ensinava. Ele sempre disse as coisas ao pé da letra aos apóstolos e discípulos. Como você deixa seu aluno em dúvida com relação ao credo trinitariano? A dúvida não é de Deus, com certeza.




A escritura neotestamentária diz isso e Paulo é o escritor que mais assevera que "terão comichões nos ouvidos". Você que dá aula sobre a homoousian e sobre a coexistencia, entre outros termos quase que jurídicos que a doutrina trinitariana necessita para ser ensinada, como se sente transmitindo algo inteligível e inconcebível diante de um antigo testamento monoteísta em um Deus sendo uma só PESSOA? Cuidado com aquilo que você ensina. Jesus disse assim aqueles que queriam ser mestres: Vocês fecham o reino as pessoas, assim, nem vocês entram nem deixam ninguém entrar.




Ensine o que é evangelho. Trindade não é Evangelho. Unicismo não é Evangelho. Evangelho é Jesus Cristo. Evangelho é boa nova. Evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê. Fale sobre o Evangelho. Jesus disse que "E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim"  e no Evangelho de Jesus nunca ficou dúvida. O Evangelho é renúncia. A renúncia me faz amar você e pronto. E o que me faz amar você é o poder de Deus que o Evangelho de Jesus revela. 



Ensine o Evangelho. Ensine Jesus Cristo. Ele é a revelação do Deus invisível.