domingo, 27 de novembro de 2011

Preconceito...

Ao ler um post no facebook de minha amiga, com um link de algo relacionado a racismo e preconceito, da empresa de cosméticos Nivea, considerei algumas coisas. E fiquei me perguntando por que que esses termos "racismo" e "preconceito" têm tanto valor na cabeça das pessoas.

Comecei a pensar sobre isso, e a história começava a passar em minha mente, desde os tempos bíblicos do antigo testamento, tempos da idade antiga, da idade média e moderna até a contemporânea, sem esquecer os tempos clássicos do povo egeu, até o crescimento do vasto império romano. E é neste império que surge não o primeiro termo discriminatório, mas aquele que faria de qualquer estrangeiro um sério candidato a ser escravo, ou na melhor das hipóteses, um cidadão da classe dos servos: o termo "bárbaro".

E meu pensamento começou a girar em torno de várias perguntas relacionadas aos termos "servos", "escravos", "bárbaros" da época dos grandes administradores como Hamurabi. Ele também tinha seu código de leis, e leis muito significativas, vale ressaltar, que discriminava muitas coisas, e colocava os servos e escravos na base da sociedade. A história bíblica também tinha disso, certa discriminação com estrangeiros e escravos. Não que eles deveriam ser discriminados ou rebaixados como pessoas, mas a lei bíblica sempre tinha juízes que a interpretavam.

Superioridade, foi a resposta que eu encontrei para este tipo de pensamento discriminatório. Sempre foi assim, desde a morte de Abel, passando pelo líder Ninrode. Da história de Israel no Egito e seu auge como Reino até o retorno do cativeiro Babilônico. Sempre havia esse pensamento no coração do homem: superioridade, ser superior ao outro. Épocas de leis muito boas, de interpretações daqueles que julgavam e de pessoas sendo discriminadas por outra nacão por ser diferente em quase tudo. Palavras como preconceito ainda iriam ser criadas por filósofos pensadores helênicos.

Dessa viagem em busca de argumentar sobre preconceito e ficar perdido em pensamentos e afirmativas dúbias, fui ao Mestre Jesus. Ele diz: No Reino de Deus (hoje), o maior é sempre o menor, o maior serve, o maior chama todos de irmãos, o maior atrai a atenção de Deus. Meu amigo postou essa frase um dia: "Be the change you want to see in the word - seja a mudança que você quer ver no mundo". Para isso acontecer devemos viver o Evangelho no sentido pleno, em favor das pessoas que estão a nossa volta. Então o mundo em nossa volta será melhor e justo, em nossa volta.


Um comentário:

www.santajerusalem.com disse...

A Santa Jerusalém – Artigos Religiosos
Tem o orgulho de apresentar o segundo capítulo do nosso documentário, aproveitem! www.santajerusalem.com
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=D79ze4KN20A